segunda-feira, outubro 29

Pesquisa de Opinião




Sábado à noite, você se arruma para um jantar com mais dois casais. Coloca o vestidinho preto básico novo, um colar bacana, um sapato de salto alto. Passa perfume. Faz escova.

Seu namorado te olha e você pergunta:

- Gosta?

Ele fica em silêncio por intermináveis 20 segundos, e então responde:

- É bonito. Te deixa mais robusta.


Amigas da Rede Globo. Todas sabemos o que ROBUSTA quer dizer. Robusta significa que você está praticamente igual à mocinha do vídeo uns posts aí embaixo.
Diante da minha gargalhada, ele quis explicar, que estava mais alta, porque o sapato era alto e tal... Melhor não explicar, não acham?

Mas o que o povo quer saber é: QUEIMO o vestido, PICOTO, ou simplesmente JOGO NO CAMINHÃO DO LIXO?

quarta-feira, outubro 24

Você





Você manhã de todo meu
Você que cedo entardeceu
Você de quem a vida eu sou
e sei mas eu serei
Você um beijo bom de sol
Você em cada tarde vã
virá sorrindo de manhã
Você um riso rindo à luz
Você a paz dos céus azuis
Você sereno bem de amor em mim
Você tristeza que eu criei
Sonhei você prá mim
Vem mais prá mim mas só

segunda-feira, outubro 22

Capaz



Ele se julgava capaz.

Capaz de fazer o que quisesse, quando quisesse.

Capaz de ter quem quisesse, quando quisesse.


A cada conquista, ele se julgava mais capaz. Era tão, mas tão capaz, que era mesmo capaz de separar amigos, arruinar casamentos, destruir relações. E sempre que isso acontecia, ele se sentia mais capaz de ser capaz. Nenhum ônus para si, só para os outros. E o doce sabor de ter sido capaz.
Ele se sentia tão capaz, que era capaz de nem notar que não era feliz.

E é bem capaz que jamais seja.

Porque no fundo, no fundo, ele é apenas um incapaz...

segunda-feira, outubro 15

A Prova



Foram tantos anos de espera, que a gente até pensou que NUNCA fosse ver essa imagem. Mas tá aqui ó, pra encher nosso coração de alegria! Olha aqui a Moskita e o Mosko, lindos de morrer, no inesquecível dia do SIM!

Quando eles fizerem Bodas de Prata, eu ponho a foto aqui. :-)

Criando uma cidade sensacional





Você não tem idéia de como é uma cidade sensacional? Feche os olhos, vamos montá-la aí na sua cabeça.


Pegue uma cidade grande, com ares de Nova Iorque por vezes. Pode ser NY, pode ser Boston, pode ser Chicago... Agora diminua um pouco o tamanho, tire o trânsito e aquela coisa frenética que as grandes cidades do hemisfério norte têm.


Agora some a isso um cenário natural abençoado, com mar, florestas e montanhas com a tampinha coberta de neve.


Cabe mais coisa? Sim! Pegue essa pintura e coloque floreiras em todas as calçadas, e remova absolutamente todo o lixo que encontrar pelas ruas. Sim, sabemos que é muito traballho recolher as folhas secas, amarelas ou avermelhadas, que caem das árvores no outono, então vamos deixar algumas lá, só pra colorir.


Agora precisamos definir uma dinâmica pra essa cidade que você está criando. Vamos definir que as pessoas vão trabalhar das nove às cinco. Que elas sairão do trabalho às cinco e dez, cinco e vinte no máximo. Que isso vai gerar um congestionamento, e que esse congestionamento vai durar, digamos, quize ou vinte minutos, de modo que quando forem seis horas, grande parte da população estará em casa, ou já terá passado em casa pra deixar o carro e vestir os tênis, e estará correndo, caminhando, andando de bicicleta ou velejando.


Imagine que sete horas não haverá ninguém nas ruas. Que a esta hora, as pessoas estarão jantando com suas famílias ou terminando um passeio no adorável parque da Cidade, coberto pelas folhas avermelhadas do outono.


Imagine que um dos principais aborrecimentos cotidianos da população sejam os malditos cocôs das gaivotas, nos carros, nas calçadas, nas roupas da gente.


Imaginou?


Compra uma passagem. Vancouver é assim mesmo.


quarta-feira, outubro 10

Eureka!

Descobri que posso colocar VIDEOS no Blog.

Clica aqui pra ver uma Humpback!

video

Skagway



Skagway é uma cidade no Sudeste do Alasca que tem 836 habitantes. Isso mesmo, menos de mil. São quatro pedaços de rua, há uma Broadway e uma Fifth Avenue (em cujo cruzamento há um Cyber Café).


É um lugar charmosíssimo, chuvoso e friorento como todo o resto, e foi construído originalmente pelo governo americano para ser um entreposto durante a corrida do ouro. Os aventureiros atravessavam o Canadá, chegavam ao Alasca por vias terrestres ou marítimas e de lá partiam rumo a Yukon ou White Pass, em busca de ouro.


O que acontecia? Morriam, claro. Iam sem orientação, sem equipamentos e - principalmente - sem agasalhos apropriados. Os mineiros estavam morrendo aos montes, de modo que o Governo Americano criou em Skagway esse entreposto. Só poderia seguir viagem quem cumprisse determinados requisitos, que visavam exclusivamente à proteção dos viajantes.


Durante essa época, o entreposto cresceu e Skagway chegou a ter mais de 10 mil habitantes. O ouro acabou e foi quase todo mundo embora. Mas Skagway ainda preserva um certo ar de Cidadezinha de faroeste americano. Na verdade ela é: é americana e é no far west :-).

Hell




Inferno mesmo é mal respirar, achando que a qualquer momento alguém vai piscar para quem você ama e levá-lo embora.

É o pior inferno conhecido, e não há Virgílio pra acender a Luz.



segunda-feira, outubro 8

Juneau



Vancouver foi o episódio que deu origem à série. Foi dali que partiu o navio - lindo, grande e luxuoso, que nos levou ao Alasca. Navegamos por 10 dias em águas sempre geladas e cristalinas, e por um dia e meio em águas muito revoltas.


Águas revoltas contaminam. Sua cabeça fica revolta, seu estômago ainda mais. Eu nunca tinha passado mal em navio, nem nunca tinha visto ninguém que tivesse. Mas dessa vez, aconteceu. No primeiro dia de navegação, recorri ao Dramin e fiquei na cama mais cedo, que a coisa tava mesmo preta, saquinhos de mal estar espalhados pelos salões, restaurantes.... muito feio.


Chegamos a Juneau um dia e meio depois da saída em Vancouver. Juneau é a capital do Alasca, bonitinha, fofa, friorenta e chuvosa!


O passeio programado lá era de helicóptero, para que botássemos nossos pés na geleira. No Mendenhall, um dos mais importantes glaciais em todo o estado.


Acontece que a chuva não deixou, de modos que pegamos um barco e fomos ver Baleias. O operador prometia um reembolso de 100 dólares caso nenhuma baleia fosse avistada. Eles devem pagar melhor às baleias, porque a baleiada toda compareceu - literalmente - em peso.


Só que tirar foto de dentro do barco com chuva é qualquer nota.


Então essa foto é qualquer nota, mas é a prova de que elas - e eu - estivemos lá!


Uma legítima Humpback, fotografada pela Lala na Favorite Bay, em Juneau, no Alasca.

Só pra Colorir o dia...


... Sunset in Vancouver!